ONU Mulheres e Instituto Patrícia Galvão realizam, em Brasília, no dia 14 de abril, o Painel ‘Pequim+20: Mais Mulheres na Política’, com apoio da Fundação Ford

1347
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(ONU Mulheres, 09/04/2015) Primeiro da série de três painéis, evento discutirá a representação feminina no poder e na liderança. Evento contará com a participação da renomada teórica feminista Carole Pateman

Faça aqui a sua inscrição para o evento

Com o objetivo de identificar as lacunas que impedem o empoderamento das mulheres e estimular ações que promovam a aceleração de medidas para a igualdade de gênero em algumas áreas prioritárias da Plataforma de Ação de Pequim, a ONU Mulheres e o Instituto Patrícia Galvão, com apoio da Fundação Ford, realizarão três painéis de debates sobre Mulheres na Política; Violência contra as Mulheres; e Trabalho, Educação e Creche.

O primeiro deles é intitulado “Pequim+20: Mais Mulheres na Política” e acontecerá no auditório da Interlegis, em Brasília, na próxima terça-feira (14/4), a partir das 9h. O evento será inaugurado pela diretora regional da ONU Mulheres para América Latina e Caribe, Luiza Carvalho, e pela diretora executiva do Instituto Patrícia Galvão, Jacira Melo. A palestra de abertura “Participação e Representação Política das Mulheres” será ministrada pela teórica feminista Carole Pateman, reconhecida mundialmente pela sua produção acadêmica no campo da Participação e Teoria Democrática.

Em seguida, serão expostos dados de pesquisas de opinião pública relacionadas ao tema, entre elas Mais Mulheres na Política, elaborada pelo Ibope/Instituto Patrícia Galvão, em que 71% da população demonstrou apoio à reforma política para garantir maior participação de mulheres. Seis especialistas debaterão questões relevantes, tendências, desafios e propostas a partir do ambiente de opinião pública revelado por pesquisas.

Em 2015, a Declaração e a Plataforma de Ação de Pequim — como ficou conhecido o documento resultante da Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres, realizada em Pequim em 1995 — completa 20 anos de vigência. Em março deste ano, a Plataforma de Ação de Pequim foi considerada referência para mensurar os avanços em favor dos direitos de mulheres e meninas no mundo em 12 áreas de trabalho, durante o encontro da Comissão sobre a Situação das Mulheres, e suporte à iniciativa da ONU Mulheres “Por um planeta 50-50 em 2030: um passo decisivo pela igualdade de gênero”.

Baixa presença de brasileiras nos espaços de poder – Como signatário à Plataforma de Ação de Pequim, o Brasil tem formulado leis e implementado programas em diversas áreas ao longo dos últimos 20 anos. Contudo, ainda está longe da meta traçada, em 1995, para alcançar 30% de mulheres nos espaços de poder e decisão. Nas eleições de 2014, foi cumprida a cota de 30% de mulheres candidatas e foram eleitas 9,9% como deputadas federais e 13,6% como senadoras.

Desde a Plataforma de Pequim, a representação das mulheres nos processos de tomada de decisão política passou a ser um indicador do estágio de desenvolvimento democrático, econômico, social e cultural de um país nos estudos e diagnósticos internacionais.

O Painel Pequim+20: Mais Mulheres na Política tem o objetivo de promover debates sobre as perspectivas de superação dos principais obstáculos para a participação das mulheres brasileiras na política parlamentar no curto, médio e longo prazo. O evento conta com o apoio da Fundação Ford, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e da Procuradoria Especial da Mulher no Senado Federal.

Para participar, é necessário realizar a inscrição clicando aqui. Haverá também transmissão online pelo site da Interlegis (www.interlegis.leg.br). Abaixo, a programação completa.

PROGRAMAÇÃO

9h – Solenidade de abertura
Nadine Gasman, representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil, e Jacira Melo, diretora executiva do Instituto Patrícia Galvão.

9h30 – Palestra Participação e Representação Política das Mulheres
Palestrante: Carole Pateman, professora emérita de Ciência Política da Universidade da Califórnia (UCLA) e autora de O Contrato Sexual (Paz e Terra); Participação e Teoria Democrática (Paz e Terra); Democracy, Feminism, Welfare; The Disorder of Women: Democracy, Feminism, and Political Theory e Feminist Interpretations and Political Theory (sem tradução no Brasil), entre outros títulos.

10h30 às 12h – Sessão 1: Reforma política inclusiva das mulheres
* Apresentação dos dados da Pesquisa IBOPE/Instituto Patrícia Galvão ‘Mais Mulheres na Política’ e debate sobre as propostas em debate no Congresso Nacional e a Campanha Mais Mulheres na Política.
Painelistas: senadora Vanessa Grazziotin (Procuradora Especial da Mulher no Senado Federal), Deputada Federal Érika Kokay, e a jornalista Tereza Cruvinel.
Moderadora: Nadine Gasman

12h – Recomendações para incidência no debate público.

12h30 – Almoço

14h às 15h30 – Sessão 2: Partidos e Mulheres na Política – Barreiras à entrada e permanência nos espaços de poder nos partidos
* Como o financiamento de campanha e as engrenagens partidárias se colocam como obstáculos à carreira política para as mulheres.
Painelistas: Deputada Federal a confirmar, Luiz Felipe Miguel (coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades da UnB) e Rose Scalabrin (Secretária de Articulação Institucional e Ações Temáticas da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República)
Moderadora: Albertina Oliveira (socióloga, pesquisadora da Fundação Carlos Chagas)

15h – Recomendações para incidência no debate público.

15h30 às 16h30 – Sessão 3: Mulheres e Candidaturas – O desafio da inclusão e permanência na disputa eleitoral
* Dilemas nos espaços público e privado (candidatura, trajetória pessoal, atuação política, família, tempos do processo eleitoral, relação com os partidos, financiamento etc).
Painelistas: Clara Araújo (coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Desigualdades Contemporâneas e Relações de Gênero da Universidade do Estado do Rio de Janeiro), Rachel Rua (Doutora em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo, pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Marcadores Sociais da Diferença e do Centro de Estudos de Religiosidades Contemporâneas e das Culturas Negras) e Fátima Pacheco Jordão (socióloga, pesquisadora e especialista em pesquisas de opinião)
Moderadora: Jacira Melo

16h30 – Recomendações para incidência no debate público.

O evento será realizado no dia 14 de abril, das 9h às 17h, no Auditório Senador Antônio Carlos Magalhães do Instituto do Legislativo Brasileiro (Interlegis) Av. N2, Anexo E, Senado Federal.
*** Às pessoas que precisarem de estacionamento, haverá transfer saindo do estacionamento da Casa da ONU (SEN, Quadra 802, Lote 17) a cada 20 minutos entre as 8h e 9h da manhã.

Para maiores informações, contatar:
Amanda Talamonte
Coordenadora da Campanha Pequim+20
ONU Mulheres Brasil
[email protected]
61 3038 9146

Acesse no site de origem: ONU Mulheres e Instituto Patrícia Galvão realizam, em Brasília, no dia 14 de abril, o Painel “Pequim+20: Mais Mulheres na Política” (ONU Mulheres, 09/04/2015) 

Compartilhar: