Organizações de mulheres manifestam preocupação com sucessão na SPM em audiência com José Eduardo Dutra

527
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Em audiência com José Eduardo Dutra, coordenador da transição do governo, redes e articulações nacionais feministas* manifestaram preocupação com a forma como a sucessão da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) vem sendo conduzida.

Na ocasião, foi entregue documento endereçado à presidenta Dilma Rousseff, que contém quatro prioridades:
1 – a necessidade de fortalecer a SPM como organismo de primeiro escalão e coordenador da política de Estado para as mulheres;
2 – os critérios mínimos do perfil da ministra dessa pasta;
3 – a urgência de uma reforma política que garanta a igualdade de direitos entre mulheres e homens e o financiamento público das campanhas de mulheres;
4 – a participação social no processo orçamentário de construção do PPA (Plano Plurianual).

Foi reafirmado que a ministra Nilcéa Freire continua sendo o nome que conta com maior apoio do movimento de mulheres para permanecer à frente da SPM, e que sua sucessora, caso seja outra mulher, deve ter qualidade equiparável a da atual ministra.

Leia o documento na íntegra

*Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB)
Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB)
Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (CLADEM)
Jornadas Brasileiras pelo Aborto Legal e Seguro
Liga Brasileira de Lésbicas (LBL)
Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos
 

Compartilhar: