Segurança de mulheres em protestos na América Latina é tema de publicação

Compartilhar:
image_pdfPDF

“Amiga, chegou? Cuidado e segurança de mulheres em protestos na América Latina” é o título da publicação realizada pela antropóloga Rosana Pinheiro Machado em parceria com a equipe ARTIGO 19, organização que atua na defesa da liberdade de expressão e manifestação, que está disponível aqui em português. Também há versões em inglês e espanhol.

Resultado de uma pesquisa qualitativa que entrevistou argentinas, brasileiras e chilenas, a publicação apresenta um estudo preliminar que identifica as principais questões relacionadas ao cuidado e à segurança das mulheres participantes de protestos na América Latina.

O trabalho tem dois objetivos centrais: identificar os principais desafios, riscos e vulnerabilidades enfrentados por diferentes tipos de mulheres em contextos de protestos e apontar as estratégias de cuidado que as ativistas têm desenvolvido para mitigar esses desafios.

A campanha #LivreParaProtestar propõe um debate sobre a importância do direito de protesto e visa alertar sobre os limites à liberdade de manifestação que vem avançando, na sua relação com a liberdade de expressão, democracia e a conquista ou defesa de direitos. É uma iniciativa da ARTIGO 19 em aliança com diversas organizações envolvidas com o tema que se uniram para  provocar discussões e reflexões sobre o direito de protestar em segurança no Brasil.

Compartilhar: