“Convenção 190 pode mudar vidas — #RatificaC190Brasil” é mote de novo vídeo da Agência Patrícia Galvão

144
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Produção mostra o acordo internacional contra toda forma de violência no ambiente profissional e a urgência de ratificação do documento pelo Brasil

(Agência Patrícia Galvão | 08/12/2021)

76% das brasileiras reconhecem já ter passado por um ou mais episódios de violência e assédio no trabalho, segundo a pesquisa de opinião Percepções sobre a violência e o assédio contra mulheres no trabalho, realizada pelo Instituto Patrícia Galvão e Instituto Locomotiva, com apoio da Laudes Foundation. Diante deste cenário, é urgente erradicar todas as formas de violência no ambiente profissional. E a Convenção 190 apresenta um marco civilizatório pela igualdade, contra a violência de gênero e em defesa do pleno emprego às mulheres no mercado de trabalho. Por isso, o acordo internacional é tema do novo vídeo da Agência Patrícia Galvão. 

A produção trata dos abusos e do assédio sexual e moral cometidos por um superior hierárquico, já configuradas em lei como violências no trabalho, e, para além delas, aponta para outras violências, como as atitudes pontuais de um colega ou chefe que desconsidera opiniões, debocha da idade, etnia ou orientação sexual, assim como as agressões veladas que são igualmente violências contra as trabalhadoras. Além disso, a Convenção 190 destaca a importância do reconhecimento da violência doméstica como um problema a ser enfrentado pelas empresas, já que para 7 em cada 10 entrevistados pela pesquisa, as vítimas de violência doméstica têm um desempenho pior no trabalho; e o problema está por perto: mais da metade desconfia de que uma colega seja vítima. Saiba mais sobre a pesquisa.

Assista ao vídeo:

Veja também:

Assista aos webinários da série:

Ouça os episódios do Patrícia Galvão Podcast 

 

 

Compartilhar: