05/03/2010 – Homens perdem mais empregos que mulheres no mundo, diz pesquisa

804
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

A crise que desencadeou uma recessão global vem provocando mais demissões entre homens do que para as mulheres. Pesquisa realizada pela consultoria Accenture entre novembro de 2009 e fevereiro de 2010 perguntou a executivos quantos homens e mulheres tinham sido demitidos no ano anterior.

Foram entrevistados 524 executivos seniores de empresas de porte médio a grande nos seguintes países: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Malásia, México, Holanda, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Cingapura, África do Sul, Espanha, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos.
 
Na Índia, executivos disseram que 95% das pessoas que demitiram eram homens. Na França, 71% das pessoas que perderam seu trabalho foram homens. Nos Estados Unidos, 54% dos empregos perdidos eram de homens, contra 46 por cento de mulheres.

“Em alguns casos, a maior parte da força de trabalho era formada por homens, de modo que o impacto maior foi sentido por homens”, explicou Nellie Borrero, diretora de capital humano global e diversidade da Accenture. “Mas isso também pode significar que as empresas tomaram o cuidado de assegurar que um grande número de mulheres não fosse afetado.”  

Nos EUA, os homens são maioria nos setores da economia mais atingidos pela recessão, como o setor manufatureiro pesado e o de construção, enquanto as mulheres dominam os setores menos atingidos, como os serviços de saúde e educação.

Leia a notícia na íntegra em pdf: Portal G1 – 05/03/2010

Compartilhar: