Na Amazônia, mulheres são mais escolarizadas que homens, mas sofrem com desemprego

157
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Estudo também aponta que quase metade das trabalhadoras sem fundamental completo não tem carteira assinada

(Folha de S.Paulo | 04/04/2022 | Por Isabella Menon)

Quando o assunto é mercado de trabalho, a desigualdade entre homens e mulheres está presente em todo o território brasileiro. Porém, as mulheres na Amazônia Legal enfrentam cenários ainda mais desfavoráveis do que no resto do país, segundo estudo concluído no fim de março.

A região analisada corresponde a 58,9% do território brasileiro e é composta de 772 municípios distribuídos em Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, Mato Grosso e Maranhão. A pesquisa foi realizada pelo instituto Amazônia 2030, iniciativa conduzida por pesquisadores brasileiros para desenvolver um plano de ações na Amazônia.

Acesse a matéria completa no site de origem.

 

Compartilhar: