Mercado de trabalho: brasileiras avançam, mas desigualdades persistem

1820
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Patrícia Galvão, 07/03/2012) Em 2012, o Brasil conta com uma população de 98,6 milhões de mulheres, segundo projeção do instituto de pesquisa Data Popular, a partir de dados do Censo do IBGE (2010).

Mulheres ocupam mais postos de trabalho
O crescimento econômico vem garantindo o aumento contínuo do número de postos de trabalho no Brasil, a despeito das ameaças de crises externas. De acordo com projeção realizada pelo Data Popular a partir da RAIS/MTE para 2011/2012, o número de postos de trabalho formais ocupados por mulheres teve um aumento de 75%, contra 59% dos postos de trabalho masculinos no período de 2002 a 2012. Veja o gráfico abaixo:

data_popular_grfico1

Mas o rendimento do trabalho formal da mulher brasileira em 2012 é 17,2% menor se comparado ao rendimento do homem
data_popular_grfico3

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou por unanimidade projeto de lei estabelecendo multa a empresas que pagarem salário menor para mulheres do que o pago para homens, quando as tarefas exercidas forem as mesmas

As trabalhadoras pobres dedicam muito mais horas aos afazeres domésticos do que as trabalhadoras das classes A e B

grafico2

Quase a totalidade das mulheres emergentes que trabalham também cuidam dos afazeres domésticos. Elas dedicam em média 6 horas semanais a mais aos cuidados da casa do que as mulheres de classe A.
08/03/2012 – Saúde da mulher que trabalha piorou em 20 anos

Acesse os dados completos em ppt.

http://www.datapopular.com.br

Indicação de fontes

João Paulo Cunha – pesquisador do Data Popular
11 3218.2235 – [email protected]

Maria Betânia Ávila – socióloga e coordenadora do SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia
81 3087.2086 – [email protected]

Sirlei Márcia de Oliveira – socióloga e coordenadora executiva da Escola Dieese de Ciências do Trabalho
11 3874.5377 – [email protected]

Compartilhar: