Advogado condenado na Inglaterra por perseguir ex-amante tem licença suspensa por um ano

Compartilhar:
image_pdfPDF

Na Inglaterra, um advogado condenado por perseguir a ex-amante teve sua licença suspensa por um ano. O tribunal disciplinar da advocacia britânica considerou que a conduta de Jonathan Simpson foi grave e incompatível com a sua profissão e decidiu punir o defensor com suspensão de 12 meses.

 (Conjur, 14/12/2016 – Acesse no site de origem)

Simpson foi condenado em junho pela Justiça Criminal por procurar insistentemente sua ex-amante para que ela explicasse o motivo do fim do relacionamento. Ele chegou a interpelar o atual namorado dela num trem. Os juízes decidiram por uma pena de seis meses de prisão, suspensa condicionalmente por um ano.

Compartilhar: