CNMP apoia a “Campanha 16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”

Compartilhar:
image_pdfPDF

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), por meio da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF), apoia a “Campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher”, que começa nesta quarta-feira, 25 de novembro, e vai até o dia 10 de dezembro.

(CNMP | 25/11/2020)

Para lembrar a data, o CNMP irá publicar conteúdo no perfil @cnmpoficial no Instagram com a hashtag #DistanciadasSimIsoladasNunca. De acordo com o conselheiro do CNMP e presidente da CDDF, Luciano Nunes Maia Freire, “vivemos uma pandemia, e este período escancarou as dificuldades e os desafios para as mulheres romperem com a violência”.

Os institutos Patrícia Galvão e Locomotiva apuraram na pesquisa “Violência doméstica contra a mulher na pandemia” que, para 49% das pessoas, ficou mais difícil para a mulher denunciar a violência doméstica em razão da vigilância constante do agressor e do isolamento dos amigos e da família.

“Hoje é dia de incitar reflexões sobre a importância de se comprometer a mudar essa situação. O CNMP reconhece a importância desta data e tem atuado pela vida livre e digna das mulheres”, destacou a promotora de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo e membra auxiliar da CDDF, Fabíola Sucasas.

O perfil do CNMP no Instagram também publicará conteúdo sobre mulheres negras e com deficiência.

Compartilhar: