Coalizão de movimentos negros denuncia à OEA policial que pisoteou pescoço de mulher em São Paulo

Compartilhar:
image_pdfPDF

Entidade leva à Organização dos Estados Americanos caso do PM flagrado agredindo comerciante em Parelheiros, no extremo sul da capital paulista 

(Estadão | 14/07/2020 | Rayssa Motta)

A Coalizão Negra Por Direitos, articulação que reúne organizações de direitos civis e movimentos negros, denunciou à Comissão Interamericana de Direitos Humanos o caso de violência policial contra uma mulher em Parelheiros, no extremo sul da capital paulista. Na ação, um dos agentes chega a pisar no pescoço da comerciante.

O documento pede apoio da instituição internacional, vinculada à Organização dos Estados Americanos (OEA), para garantir a expulsão dos agentes da Polícia Militar envolvidos no episódio e para pressionar o governo de São Paulo a reformular protocolos de abordagem da corporação a fim de ‘evitar abusos e a perpetuação da violação direitos à vida e integridade física da população negra e periférica’.

Compartilhar: