Brasil é um dos países onde meninas e jovens mulheres mais sofrem assédio on-line, aponta estudo

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Uol | 08/10/2020)

Uma pesquisa global sobre assédio on-line realizada pela Ong Plan Internacional revela que as meninas e jovens mulheres brasileiras estão entre as que mais sofrem agressões e ataques por meio da internet e redes sociais. O levantamento feito em 22 países mostrou que, em média, 58% das entrevistadas sofreram algum tipo de assédio virtual. No Brasil, esse índice é bem superior, de 77%, de acordo com os dados. No total, o estudo intitulado “Liberdade on-line? – Como meninas e jovens mulheres lidam com o assédio nas redes sociais virtual” ouviu 14 mil adolescentes e jovens com idades entre 15 e 25 anos de idade de diferentes regiões do mundo. Elas relataram ser vítimas de vários tipos.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: