Eleonora Menicucci pede providências contra produção, comercialização e uso de adesivos lesivos às mulheres

1105
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(SPM, 02/07/2015) A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), Eleonora Menicucci, solicitou nesta quarta-feira (1º/07) ao Ministério Público Federal, à Advocacia Geral da União e ao Ministério da Justiça providências no sentido de investigar e responsabilizar quem produz, divulga e comercializa adesivos para carros lesivos aos direitos e garantias das mulheres e, em especial, da Presidenta da República. A motivação foi o recebimento de dezenas de denúncias na SPM-PR da comercialização, em uma página de compras na internet, de material com a violenta deturpação da imagem da Presidenta Dilma Rousseff.

Leia mais:
Adesivo ofensivo a Dilma foi vendido por mulher do Recife (Terra, 10/07/2015)
Nota contra a  cultura do estupro e todas as formas de violência contra as mulheres (Gov. Pernambuco, 09/07/2015)
Nota Pública: ONU Mulheres Brasil repudia ataques sexistas à Presidenta da República, Dilma Rousseff, e conclama tolerância zero ao machismo (ONU Mulheres, 03/07/2015)
Articulação de Mulheres protesta contra ofensas à Dilma (Radioagência Nacional, 03/07/2015)
Ministra pede investigação e punição de autores de adesivos ofensivos a Dilma (EBC, 02/07/2015)
Incitação à violência sexual não é protesto democrático (Brasileiros, 02/07/2015)
Governo denuncia adesivo com ofensa sexual a Dilma ao Ministério Público (Folha de S. Paulo, 02/07/2015)
Nota de repúdio contra os adesivos de carro com mensagem sexista e uso da imagem da Presidenta Dilma Rousseff (CEDAW, 01/07/2015)
Contra agressão a Dilma, Gleisi lança movimento pela dignidade feminina (Brasil 247, 01/07/2015)

“Recebi as denúncias com muita indignação. É intolerável o material que violenta a imagem da Presidenta Dilma. Ele fere a Constituição ao desrespeitar a dignidade de uma cidadã brasileira e da instituição que ela representa, para a qual foi eleita e reeleita democraticamente”, destacou Eleonora.

A ministra solicitou que os órgãos adotem diligências para impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do referido material, bem como a apuração de responsabilidades civis e penais dos autores.

“Esclareço que a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República tem como principal objetivo promover a igualdade entre homens e mulheres e combater todas as formas de preconceito e discriminação herdadas de uma sociedade patriarcal e excludente”, enfatizou Eleonora Menicucci.

Comunicação Social

Acesse no site de origem: Eleonora Menicucci pede providências contra produção, comercialização e uso de adesivos lesivos às mulheres (SPM, 02/07/2015)

Compartilhar: