Uma mulher foi morta a cada dois dias em SP por feminicídio em 2020

211
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 22/02/2021 | Por Camila Brandalise)

Thais Alves era mãe de três filhos. Márcia Aparecida Mariano trabalhava como professora. Daice da Silva Mata tinha 68 anos e seguia a quarentena à risca. As três tiveram suas vidas, sonhos e planos interrompidos ao se tornarem vítimas de feminicídios durante a quarentena no estado de São Paulo no ano passado.

O ano de 2020 registrou 179 mortes de mulheres no contexto de violência doméstica ou um caso a cada dois dias. O número apresenta uma queda de 3% em relação a 2019, mas, no primeiro semestre, o indicativo era de alta: foram 88 casos em 2020 contra 85 no ano anterior.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: