Menos favoráveis aos nudes, mulheres sofrem mais com vazamentos

1009
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S. Paulo, 05/10/2015) Mandar nudes pode até ser encarado como algo lúdico, que apimenta relacionamentos e gera memes, mas também representa um problema. E crescente. A ONG SaferNet, que oferece auxílio psicológico a vítimas de vazamento de fotos íntimas, atendeu a 224 casos desse tipo no ano passado, um crescimento de 120% com relação a 2013 (foram 101 ocorrências). Mas o isso não reflete o número de vítimas do chamado pornô de vingança, ou “revenge porn”, porque muitas vezes as vítimas têm medo de denunciar ou pedir ajuda e ser ainda mais expostas.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Menos favoráveis aos nudes, mulheres sofrem mais com vazamentos (Folha de S. Paulo, 05/10/2015)

Compartilhar: