MP recorre de sentença que absolve aluno da USP acusado de estupro

1336
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Para Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado da jovem que denunciou o estudante, decisão é “superficial”, pois desconsidera a palavra da vítima e laudos que comprovariam abuso

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) entrou com recurso de apelação contra a absolvição, em primeira instância, de Daniel Tarciso da Silva Cardoso, estudante de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) acusado de dopar e estuprar uma estudante de Enfermagem. A entrada do recurso foi feita na última segunda-feira (13/2).

(A Ponte – 16/02/2017 – acesse a matéria na íntegra) 

A decisão pela absolvição foi dada em 7/2 pelo juiz Klaus Marouelli Arroyo, da 23ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), e foi noticiada pela Ponte Jornalismo. O processo corre sob segredo de Justiça.

Leia mais:

Justiça de SP absolve estudante de Medicina da USP acusado de estupro
Conselho de Medicina de SP diz que negará registro a formando acusado de estupros
Ato na medicina da USP questiona formatura de aluno acusado de estupros
Violência sexual, castigos físicos e preconceito na Faculdade de Medicina da USP
Especial da Ponte sobre abusos na Faculdade de Medicina da USP

Em novembro de 2014, a Ponte Jornalismo revelou, por meio de uma série de reportagens, casos sistemáticos de violência sexual, castigos físicos e discriminação na faculdade de medicina mais importante do país.

Por Tatiana Merlino e Igor Ojeda

Compartilhar: