03/06/2010 – Marido é condenado por matar ex-mulher em PE (Folha)

628
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) “Vinte e um anos após presenciar o assassinato da mãe, a publicitária Nathália Just, 25, viu ontem a condenação de seu pai a 79 anos de prisão. A sensação, disse ela à Folha, foi de realização.O comerciante José Ramos Lopes Neto, 47, foi condenado -em julgamento em Jaboatão dos Guararapes (Grande Recife)- por ter matado a ex-mulher, Maristela Just, e atirado em Nathália, no filho e no ex-cunhado. A condenação ocorreu por homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio qualificado. A defesa ainda pode recorrer. Lopes Neto não compareceu ao julgamento, que aconteceu à revelia, e está foragido.”

“É como se a gente tivesse tirado o peso de 21 anos das costas. A gente cresceu com essa realidade e tem que passar a se acostumar com um novo começo”, diz Nathália Just, baleada pelo pai quando tinha cinco anos.

Saiba mais detalhes sobre a condenação: Marido é condenado por matar ex-mulher em PE (Folha de S.Paulo – 03/06/2010)

Leia também: 30/05/2010 – Quero meu pai preso, depoimento de Nathália Just (Folha)

Compartilhar: