27/01/2012 – Denúncias de violência contra mulher aumentam 30% em Maringá

426
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Gazeta de Maringá) A Delegacia da Mulher registrou um aumento de 28,7% no número de ocorrências em Maringá no ano passado, quando foram realizados 3.306 atendimentos. Em 2010 foram 2.568 registros. A gerente de Combate à Violência Contra a Mulher no Município, advogada Maria Cecília Esteves Rosa, explicou que esse crescimento é constante desde que a Lei Maria da Penha, que permitiu uma maior rigidez na punição da violência contra a mulher, foi sancionada em 2006.

Segundo Maria Cecília, o crescimento poderia estar relacionado ao aumento da coragem feminina em fazer a denúncia. “O agressor pode ser preso em flagrante inclusive”, diz. “A vara criminal em Maringá faz quase dez audiências por semana relacionadas a crimes contra mulher. Em casos mais graves, é possível resolver dentro de 24 ou 48 horas”.

De acordo com a Delegacia da Mulher, em média, os processos são finalizados em um mês. A falta de testemunha ou a dificuldade para encontrar os acusados são as razões mais comuns para atrasar os processos.

A gerente explica que as agressões podem ser psicológicas, sexuais, físicas, patrimoniais, entre outras. “Em alguns casos, o juiz pode arbitrar uma medida protetiva, que vai determinar a distância que o acusado deve ficar longe da vítima e vai regularizar a comunicação entre as partes. Enquanto isso, existe um abrigo onde a mulher é encaminhada, com os filhos. É um local sigiloso, onde o agressor não tem acesso.”

A Delegacia da Mulher atende mulheres que tenham passado por conflitos nas relações de afetividade, que podem ser amorosas ou familiares. (veja os contatos no quadro)

Serviço – Delegacia da Mulher Telefone: (44) 3262 – 5567
Endereço: Avenida Mandacaru, 560, Zona 7
Horário de Funcionamento: de segunda a sexta-feira, entre as 8h30 e 12 horas e 1h30 e 18 horas.

Acesse o pdf: Denúncias de violência contra mulher aumentam 30% em Maringá (Gazeta de Maringá – 27/01/2012)

Compartilhar: