29/05/2012 – Facebook censura usuárias por fotos com seios à mostra em Marcha das Vadias

6550
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

marchadasvadias260_agenciaestado(Folha de S.Paulo) O Facebook bloqueou a conta de manifestantes da Marcha das Vadias após elas terem publicado na rede social fotos em que apareciam com os seios à mostra.

A marcha, que ocorreu no sábado em algumas cidades brasileiras, protestava contra os diversos tipos de violência sofridos pelas mulheres.

Pelo menos duas manifestantes em São Paulo e uma no Rio tiveram seus perfis bloqueados e ficaram impossibilitadas de interagir na rede social temporariamente, segundo uma usuária.

A militante do movimento feminista Luka Franca, 26, foi bloqueada por 24 horas após publicar uma foto sua com os seios descobertos, ao lado da filha de três anos.

“Eu coloquei a foto no domingo à tarde. Quando entrei no Facebook no dia seguinte, pela manhã, meu perfil estava bloqueado”, diz Luka.

Segundo ela, a foto havia sido publicada em um álbum privado -que só pode ser acessado por amigos.

Ela diz que, como forma de protesto, um amigo compartilhou a mesma foto na rede social. “Ela ficou quase o dia todo no ar, mas depois foi removida”, diz Luka. “Ele não foi bloqueado, só retiraram a foto do perfil dele.”

Em Belo Horizonte, a página oficial da marcha na cidade publicou nota dizendo que fotos publicadas na rede também foram censuradas.

OUTRO LADO

Procurada, a assessoria de imprensa disse que o Facebook não se manifesta sobre casos específicos.

Segundo os padrões da comunidade da rede social, “o Facebook tem uma política rígida contra o compartilhamento de conteúdo pornográfico e impõe limitações à exibição de nudez”.

Para a foto ter sido excluída, pelo menos um usuário denunciou a publicação.


(Diário de São Paulo) Empresa alega que fotos dos corpos semi-nus são pornografia e suspendeu os perfis de várias brasileiras

A polêmica Marcha das Vadias, que aconteceu em diversas cidades brasileiras no último final de semana, tem uma nova “briga”. O protesto que reivindica liberdade feminina, teve uma grande repercussão com fotos na internet e principalmente nas redes sociais.

O fato é que, para confrontar a população machista, muitas mulheres optaram por sair às ruas com os seios descobertos e pintados. O Facebook identificou as usuárias brasileiras que divulgaram essas fotos e suspendeu seus perfis.
A empresa alega que os corpos semi-nus são pornografia. “O Facebook tem uma política rígida contra o compartilhamento de conteúdo pornográfico e impõe limitações à exibição de nudez. Da mesma forma, desejamos respeitar o direito das pessoas de compartilhar conteúdo de importância pessoal, sejam fotos de uma escultura, como Davi de Michelangelo, ou fotos de família da amamentação de uma criança.”, advertiu  a empresa.

Essa atitude do facebook foi justamente o contrário do que se pregou na manifestação – que teve início pela necessidade de dar uma resposta à tentativa de culpar as mulheres que sofreram estupros por conta de seu visual –  das saias curta aos decotes.

Acesse em pdf: Facebook censura usuárias da Marcha das Vadias (Diário de São Paulo – 29/05/2012)

Veja também:

marchadasvadias130_bernardosoares_jcimagem

Marcha das Vadias toma as ruas das cidades brasileiras
Neste sábado, milhares de mulheres saíram às ruas das principais capitais do Brasil e do exterior na Marcha das Vadias, para exigir respeito ao corpo e às decisões e desejos das mulheres.
Compartilhar: