Ação expõe letras de músicas brasileiras com referências a feminicídio e estupro

426
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Além de funks, são citadas canções de compositores como Noel Rosa, Bezerra da Silva e Sidney Magal

(Emais, 10/03/2018 – acesse no site de origem)

Em referência ao Dia da Mulher, que ocorreu na quinta-feira, 8, a Secretaria de Políticas Para Mulheres de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, abriu ao público uma exposição de fotos que abordam letras de músicas que são machistas e falam sobre violência doméstica, estupro e feminicídio.

A mostra ‘Música: Uma Construção de Gênero’ ocorre no saguão da prefeitura e traz fotos de Thales Ferreira.

‘Feminicídio e impunidade… Quanto valem nossas vidas?, escreveu a secretaria em sua página no Facebook sobre a canção ‘Se te agarro com outro de mato’,  de Sidney Magal.

No primeiro dia de março, o órgão também promoveu um seminário sobre o mesmo tema.

Veja algumas imagens da exposição:

#DeUmaVozPorTodas​

No Dia Internacional da Mulher, o Estadão promoveu a campanha Colunistas (Des) Conhecidas, na qual colunistas e blogueiras publicara relatos reais de mulheres vítimas de violência no Brasil.

Os relatos foram colhidos pelas próprias colunistas e blogueiras com base em entrevistas com mulheres que sofreram agressões, indicadas pelo projeto Justiça de Saia, da promotora de Justiça Gabriela Manssur. Leia aqui todos os depoimentos.

Compartilhar: