Registros de estupros caem 10%, mas Brasil ainda tem 5 casos por hora

1153
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

No ano passado, foram notificados 45.460 estupros no país

(Folha de S.Paulo, 03/11/2016 – acesse no site de origem)

O número de estupros notificados no Brasil caiu 10% em 2015 na comparação com o ano anterior, segundo dados do 10º Anuário Brasileiro da Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira (3) pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública.

No ano passado, foram notificados 45.460 estupros, uma taxa de 22,2 casos por 100 mil habitantes, contra 50.438 de 2014 –taxa de 24,9 por 100 mil.

Caso de estupros no Brasil
2014 – 50.438
2015 – 45.460

Em média, no ano passado, houve um estupro a cada 11 minutos e 33 segundos, pouco mais de cinco pessoas estupradas por hora. Segundo os dados, 24% dos casos ocorreram nas capitais e Distrito Federal.

O número de tentativas de estupro também caiu, de 7.846 (2015) para 6.988 (2014), redução de 10,9%.

Entre os Estados, o Acre tem a maior taxa de casos do país, com índice de 65,2 por cada 100 mil habitantes. Já o Espírito Santo tem a menor taxa, de 5,2.

Caso de tentativas de estupro
2014 – 7.846
2015 – 6.988

Duas análises possíveis

Segundo Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os dados podem ser analisados por duas óticas distintas.

“Esses dados têm duas leituras possíveis; uma mais otimista, outra mais cética. Mas acho que elas se complementam. A mais cética diz respeito à qualidade do registro. É muito difícil produzir dados de sobre violência sexual no mundo todo, e essa dificuldade pode estar mascarando ocorrência”, afirmou.

“Já a otimista diz que esse tema está na agenda. Desde no ano passado, e com o estupro coletivo no Rio, o tema ganhou força. Então podemos torcer que tenha uma menor quantidade de casos mesmo”, disse.

Apesar das duas visões possíveis, Lima diz ter uma certeza: a subnotificação ainda é uma realidade presente.

“A única certeza que temos é que não foram apenas 45 mil estupros no passado. A subnotificação é uma realidade. O que a gente tem de torcer, e só no próximo ano vamos constatar, é que o número de casos tenha caído, e não só o registro”, afirmou.

Taxa de estupro por 100 mil habitantes

  1. Acre – 65,2
  2. Mato Grosso do Sul – 53,9
  3. Mato Grosso – 45,3
  4. Santa Catarina – 39,5
  5. Rondônia – 39,1
  6. Amapá – 37,3
  7. Paraná – 36,9
  8. Roraima – 35,6
  9. Pará – 33,5
  10. Rio de Janeiro -29,5
  11. Tocantins – 25,1
  12. Distrito Federal – 21,4
  13. São Paulo – 20,9
  14. Pernambuco – 20,2
  15. Sergipe – 19,7
  16. Minas Gerais – 19,0
  17. Amazonas – 18,4
  18. Ceará – 17,7
  19. Piauí – 16,8
  20. Bahia – 16,0
  21. Rio Grande do Sul – 15,6
  22. Alagoas – 15,4
  23. Maranhão – 13,8
  24. Rio Grande do Norte – 9,3
  25. Goiás – 8,1
  26. Paraíba – 7,3
  27. Espírito Santo – 5,2

Fonte: 10º Anuário Brasileiro da Segurança Pública

Carlos Madeiro

Compartilhar: