‘Um líder deve ter tolerância zero com violência contra mulher’, diz Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres

837
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S. Paulo, 20/11/2015) “Todos os líderes devem ter tolerância zero com a violência contra a mulher”, disse nesta quinta-feira (19) a diretora-executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka. Foi a resposta dela ao ser questionada sobre o que diria ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que indicou como candidato a sucedê-lo um homem acusado de ter agredido sua ex-mulher em mais de uma ocasião. O atual secretário de Governo do Rio e pré-candidato à prefeitura, Pedro Paulo Carvalho, reconheceu ter batido em sua mulher em 2010, mas disse primeiramente que isso havia sido um caso isolado e que ambos haviam se agredido.

Leia mais: 
Procuradoria começa a analisar acusações contra Pedro Paulo (O Estado de S. Paulo, 21/11/2015)
Para líderes do PMDB, candidatura de Pedro Paulo é insustentável (O Globo, 21/11/2015)
A violência contra elas, por Zuenir Ventura (O Globo, 21/11/2015)
Projeto de Lei torna ficha-suja agressores de mulheres (O Globo, 19/11/2015)
Comissão da Câmara Municipal quer Pedro Paulo afastado da prefeitura (Sidney Rezende, 19/11/2015)
Alexandra, um “modelo” de mulher (Época, 13/11/2015)

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: ‘Um líder deve ter tolerância zero com violência contra mulher’, diz ONU (Folha de S. Paulo, 20/11/2015)

Compartilhar: