ONU e Estados-membros devem “trabalhar juntos” no combate a abuso sexual

806
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rádio ONU, 13/05/2016) Subsecretário-geral para Apoio às Operações no Terreno, Atul Khare, afirmou que preocupação imediata tem sido proteção e apoio às vítimas; Assembleia Geral das Nações Unidas realizou encontro sobre exploração e abuso sexual.

O subsecretário-geral da ONU para Apoio às Operações no Terreno, Atul Khare, defendeu trabalho conjunto entre a organização e seus Estados-membros para combater exploração e abuso sexual.

Khare participou da reunião da Assembleia Geral sobre a questão e citou relatos das Missões de Paz da organização na República Democrática do Congo e na República Centro-Africana.

Preocupação Imediata

Ele afirmou que a ONU pediu “imediatamente aos Estados-membros” que realizem investigações em conjunto com o Escritório de Serviços de Supervisão Interna. Segundo ele, essas investigações estão em andamento.

O subsecretário-geral declarou que a “preocupação imediata” da organização tem sido fornecer proteção e apoio às vítimas. Serviços médicos, psicossociais e legais estão sendo disponibilizados.

Trabalho Conjunto

Para Khare, “a ONU e os Estados-membros devem trabalhar juntos para colocar em prática medidas mais fortes para garantir prevenção e maior prestação de contas”.

O subsecretário-geral afirmou que se as alegações forem fundamentadas, a organização adota todas as medidas em seu controle. Ele mencionou ainda que a ONU fez progressos para facilitar reivindicações de paternidade e pensão alimentícia contra soldados de paz.

Resposta de Todos

A coordenadora especial do secretário-geral para o melhoramento da resposta da ONU à exploração e abuso sexual, Jane Holl Lute, também falou à Assembleia Geral sobre suas visitas à República Centro-Africana e à República Democrática do Congo.

Ela destacou que todo funcionário, soldado e policial precisa se unir ao combate à exploração e abuso sexual. Jane Holl Lute também ressaltou que é preciso desenvolver ferramentas para avaliar a eficiência das medidas colocadas em prática.

Laura Gelbert

Acesse no site de origem: ONU e Estados-membros devem “trabalhar juntos” no combate a abuso sexual (Rádio ONU, 13/05/2016)

Compartilhar: