Professoras criam rede de apoio a vítimas de violência sexual na USP

920
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(G1, 24/04/2015) Um grupo de quase 100 professoras e pesquisadoras da Universidade de São Paulo (USP) criou, na noite desta quinta-feira (23), uma rede de apoio às alunas e alunos vítimas de violência sexual e de gênero nos campi da instituição. Batizada de “Quem cala consente?”, a rede teve sua primeira reunião no auditório da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), que foi um dos principais alvos de denúncias de estupro e violação de direitos humanos em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) entre dezembro de março deste ano. Entre as frentes de atuação do grupo estão a organização do acolhimento às alunas e alunos vítimas de violência, com pontos focais nas unidades e treinamento, com base nas experiências de acolhimento às vítimas de violência, para o atendimento dos estudantes.

Leia também:
Dia Laranja: ONU Mulheres envia mensagem de apoio às universitárias que sofrem com a violência de gênero (ONU Brasil, 24/04/2015)
Objetificação da mulher ainda é constante (Jornal do Campus, 24/04/2015)
Cerca de 800 docentes são processados por agressão sexual (Terra, 23/04/2015)

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: Professoras criam rede de apoio a vítimas de violência sexual na USP (G1, 24/04/2015)

Compartilhar: