Brasileira vai a ONU para denunciar casos de racismo no país

209
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa| 27/03/2022 | Por Rute Pina)

A brasileira Lúcia Xavier, coordenadora geral da ONG Criola, vai participar da 49ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) nesta segunda-feira (28). O objetivo da ativista é denunciar o racismo e as condições da população negra no país, principalmente das mulheres negras.

O encontro, marcado por conta do Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, no dia 21 de março, vai contar com a participação da ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, que hoje é alta comissária para os Direitos Humanos da organização internacional. Xavier falará na abertura do evento, que será online.

Ela adiantou o conteúdo do discurso a Universa: “Me cabe a tarefa sobre a qual minha organização está debruçada: apresentar a situação das mulheres negras e o quanto elas têm arcado com o ônus da falta de políticas pública ou mesmo com a negligência do Estado, desde a violência às consequências das crises da pandemia”, diz ela.

Acesse a matéria completa no site de origem

 

Compartilhar: