Data mundial de lembrança do tráfico escravo coincide com lançamento da Década dos Afrodescendentes

605
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Rádio ONU, 23/08/2015) Dia Internacional de Lembrança do Tráfico de Escravos e da sua Abolição é celebrado neste domingo, 23 de agosto; para a chefe da Unesco, “ensinando e transmitindo esta história”, é possível “combater todas as formas de racismo e discriminação”.

A celebração deste ano do Dia Internacional de Lembrança do Tráfico de Escravos e da sua Abolição coincide com o ano de lançamento da Década dos Afrodescendentes entre 2015 e 2025, anunciada pela ONU em 2014.

O tema desta década é “Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”.

Tributo 

Em mensagem sobre a data, celebrada neste domingo, 23 de agosto, a chefe da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, afirmou que o Dia Internacional de Lembrança do Tráfico de Escravos e da sua Abolição é uma homenagem às vítimas e sua resistência contra a escravidão.

Para Irina Bokova, ao mesmo tempo, a data é um pedido à verdade, à justiça e ao diálogo entre os povos.

A Unesco lembra que na noite de 22 para 23 de agosto de 1791 se iniciou a revolta que viria a desempenhar um papel crucial na abolição do tráfico transatlântico de escravos, na Ilha de Santo Domingo.

Educação

Segundo Bokova, “o crime de escravidão moldou ligações irreversíveis entre populações e continentes e lembra a todas as pessoas do mundo que seus destinos estão ligados  porque suas histórias e identidades foram parcialmente feitas através dos mares, às vezes até em outros continentes”.

Para a chefe da Unesco, “ensinando, comunicando e transmitindo esta história”, é possível “reforçar os direitos e dignidade dos afrodescendentes e juntos, combater todas as formas de racismo e discriminação”.

Laura Gelbert

Acesse no site de origem: Data mundial de lembrança do tráfico escravo coincide com lançamento da Década dos Afrodescendentes (Rádio ONU, 23/08/2015)

Compartilhar: