MPDFT oferece 25 denúncias por injúria racial somente este ano

455
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Correio Braziliense, 17/03/2016) Em nove dos casos relatados, o investigado ofendeu a vítima usando a expressão “macaco”

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ofereceu 25 denúncias por injúria racial este ano. Os dados são do Núcleo de Enfrentamento à Discriminação da instituição. Em nove dos casos relatados, o investigado ofendeu a vítima usando a expressão “macaco”. Em todo o ano passado, o MPDFT ajuizou 90 denúncias, sendo 87 casos de injúria racial e três de racismo. Em 2014, foram 48.

Dentre os casos investigados nos primeiros meses de 2016, apenas não se tratava de injúria racial. A investigada é uma antiga funcionária da embaixada da Arábia Saudita. Ela é suspeita de enviar, por e-mail e torpedo de celular mensagens xenofóbicas e ameaças de bomba. Nesse caso, o Núcleo de Enfrentamento à Discriminação entendeu que ela reafirmou o estereótipo de ódio contra pessoas árabes.

O núcleo acusou a suspeita de prática de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, além de atentado à segurança e ao funcionamento de serviço de utilidade pública. O MPDFT divulgou as informações por conta do Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial, que será celebrado na próxima segunda-feira (21/3).

Serviço
Em caso de agressões e xingamentos de cunho racial, a vítima pode prestar queixa nas delegacias, utilizar o disque denúncias específico (Ligue 124) ou recorrer à Ouvidoria do MPDFT. É importante que ela anote dados como nome e telefone de testemunhas e identifique o agressor.

Com informações do MPDFT.

Acesse no site de origem: MPDFT oferece 25 denúncias por injúria racial somente este ano (Correio Braziliense, 17/03/2016)

Compartilhar: