Negros sem escolaridade têm mais chances de morrer por covid-19, diz estudo

268
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Reuters | 27/05/2020 | Por Lisandra Paraguassu)

As chances de um paciente preto ou pardo e analfabeto morrer em decorrência do novo coronavírus no Brasil são 3,8 vezes maiores do que de um paciente branco e com nível superior, apontou uma análise de quase 30 mil casos de internações pela covid-19 feita pelo Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde da PUC-Rio, destacando o impacto das desigualdades sociais na letalidade da doença no país.

A comparação feita pelos pesquisadores mostra que entre os pacientes internados de cor branca, 62,07% se recuperaram, enquanto 37,93% morreram. Entre pretos e pardos, a situação se inverte: são 54,78% de mortes e 45,22% de recuperados. Quando a análise é feita pela escolaridade, pessoas com nível superior representavam 22% das mortes analisadas, enquanto os sem escolaridade chegavam a 71,31%.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: