Nota de Repúdio: Ato racista protagonizado pelo ator e diretor Claudio Botelho

584
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(SEPPIR, 05/04/2016) A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos vem manifestar seu repúdio pelo episódio protagonizado pelo ator e diretor Cláudio Botelho no último mês de março.

Após ser criticado pela plateia pela sua postura parcial, Cláudio Botelho reagiu de modo racista: “Um ator que está em cena é um rei! Não pode ser peitado. Não pode ser peitado por um negro, por um filho da p. que está na plateia. Não pode”. Este fato lamentável ocorreu na semana do 21 de março, quando celebramos o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Racismo é crime. Declarações que incitam o ódio racial não podem ser toleradas em uma sociedade democrática. Infelizmente, este tipo de postura ilustra tantas outras manifestações de cunho racista, fascista e misógino assistidas com perplexidade pela população brasileira.

Atitudes como essas devem causar indignação e ser alçadas a um espaço de destaque para reflexão: o direito à livre expressão não pode se sobrepor a outros direitos constitucionais, e não deve incitar o ódio.

O Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos repudia as manifestações de ódio e todas as formas de racismo e discriminação correlatas. Tomaremos as medidas cabíveis relativas a este fato lamentável.

Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir)
Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos

Acesse no site de origem: Nota de Repúdio: Ato racista protagonizado pelo ator e diretor Claudio Botelho (SEPPIR, 05/04/2016)

Compartilhar: