Procuradoria da Mulher do Senado pede respeito à identidade dos ciganos

828
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Procuradoria do Senado, 02/07/2014) Ao registrar o lançamento de mostra fotográfica dedicada às mulheres ciganas, a procuradora da mulher do Senado, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ressaltou a necessidade de valorização da etnia.

Segundo ela, é preciso desconstruir a imagem negativa associada ao povo cigano, que, conforme lembrou, está no Brasil desde o século 16, mas teve sua existência criminalizada por longo período.

A mostra “Mulheres Romani (ciganas): rostos e identidades” ocupará o Espaço Galeria, no Senado, até 2 de agosto.

Vanessa Grazziotin lamentou a falta de atenção à identidade étnica e cultural dos ciganos, o que tem levado esse povo a uma condição de “invisibilidade e isolamento social”.

– Essa lógica alimentou a construção de estereótipos poderosos, baseados na ideia de que toda pessoa de etnia cigana era, via de regra, uma pessoa suspeita, uma pessoa não confiável – lamentou.

Na abertura da exposição, Vanessa cumprimentou a matriarca cigana Isabel Castilho, 88 anos, líder do grupo étnico Caldarax em Aparecida de Goiânia (GO). Veja a foto abaixo.

Com informações da Agência Senado.

Acesse no site de origem: Procuradoria da Mulher do Senado pede respeito à identidade dos ciganos (Procuradoria do Senado, 02/07/2014) 

 

Compartilhar: