Violência contra a mulher negra é destacada pela secretária Luislinda Valois durante seminário

430
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Seppir, 28/07/2016) Na manhã desta quinta-feira (28/7) ocorreu o seminário “Ano dos Direitos Humanos na África com destaque para os Direitos das Mulheres”, no auditório da Casa da Mulher Brasileira. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e do Grupo de Embaixadores e Chefes de Missões Africanas em Brasília.

A Secretária Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luislinda Valois, esteve presente na solenidade de abertura do evento, que trouxe como tema geral: “O Direito à Vida, à Integridade e à Segurança da Mulher”, abordando temas relativos à violência contra a mulher.

“É a mulher preta que sofre o assédio moral, o assédio sexual. É ela também a pessoa mais traficada para lugares distantes do Brasil. É ela, a mulher preta brasileira, que lota e superlota as cadeias femininas da nossa nação”, afirmou a secretária Luislinda Valois, se referindo à situação de vulnerabilidade da mulher negra brasileira que, segundo dados do Mapa da Violência, são as que mais sofrem com as agressões. “A mulher preta continua na Senzala, mas ela não é fraca nem inferior às outras”, destacou a desembargadora.

O evento contou ainda com três painéis temáticos, que discutiram: Punição e Ressocialização dos Agressores; Mecanismos e Serviços Acessíveis para Informação, Reabilitação e Reparação Eficazes para Vítimas de Violência contra Mulheres, e Tráfico de Mulheres. Trata-se de mais um reforço às ações da Assembleia da União Africana, que declarou 2016 como o “Ano Africano dos Direitos Humanos com especial destaque para os Direitos das Mulheres”.

Acesse no site de origem: Violência contra a mulher negra é destacada pela secretária Luislinda Valois durante seminário (Seppir, 28/07/2016)

Compartilhar: