‘Vai acontecer comigo o que aconteceu com a Marielle’, diz vereadora negra eleita e ameaçada em Joinville

Compartilhar:
image_pdfPDF

Polícia Civil instaurou inquérito para investigar injúria racial e ameaças de morte sofridas pela primeira mulher negra eleita no maior colégio eleitoral de Santa Catarina. Ao G1, ela falou sobre as ameaças, o assassinato do companheiro e dos planos para o mandato.

(G1 SC | 19/11/2020 | Por Caroline Borges)

A professora Ana Lúcia Martins (PT), de 54 anos, tornou-se no domingo (15) a primeira vereadora negra eleita em Joinville, no Norte catarinense. Mas o que era para ser uma semana de alegria após a vitória tornou-se de desgaste físico e emocional.

Quando soube da ameaça de morte publicada em uma rede social, na terça-feira (17), durante a reunião com assessores, ela logo pensou: “Vai acontecer comigo o que aconteceu com a Marielle. E eu me perguntava, gente, mas eu nem assumi o mandato”, disse Ana se referindo à vereadora do Rio de Janeiro morta em 2018, quando estava no carro com o motorista Anderson Gomes. Ambos foram alvejados por tiros. Ainda não houve condenação.

Acesse a matéria na íntegra no site de origem

Compartilhar: