“Violência contra a mulher é doença social e vivemos uma epidemia”, diz secretária

2080
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Portal Brasil, 26/10/2015) A secretária especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, considera uma “doença social” os casos de violência contra a mulher que persistem no País. Balanço do Central de Atendimento à Mulher, o “Ligue 180″, mostram que 179 relatos de violência foram feitos por dia, somente no primeiro semestre de 2015. O tema de redação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano, que abordou a cultura da agressão contra a mulher, jogou mais luz sobre a questão. E foi comemorado pela secretária. “Quase 7 milhões de pessoas, sendo que cerca de 44% são mulheres, pensando sobre a persistência da violência contra mulher é uma visibilidade jamais vista”.

Leia mais: 
179 relatos de violência contra mulheres por dia em 2015: o balanço do Ligue 180 (Portal Brasil, 26/10/2015)
Feminicídio, Casa da Mulher e mais: como o governo combate a violência contra a mulher (Portal Brasil, 26/10/2015)
Com redação sobre violência contra a mulher, Enem 2015 é considerado “feminista” nas redes (EBC, 25/10/2015)

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: “Violência contra a mulher é doença social e vivemos uma epidemia”, diz secretária (Portal Brasil, 26/10/2015)

Compartilhar: