‘Violência contra a mulher tem núcleo comum no mundo: o silêncio’, afirma a Promotora de Justiça Valéria Scarance

763
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(O Estado de S. Paulo, 05/11/2015) A promotora de Justiça do Estado de São Paulo Valéria Scarance propõe um novo olhar sobre a violência contra a mulher no livro ‘Lei Maria da Penha: O Processo Penal no Caminho da Efetividade: Abordagem Jurídica e Multidisciplinar. Coordenadora-geral da Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Copevid), Valéria Scarance transformou um trabalho multidisciplinar em um guia de ajuda a vítimas de agressão. Valéria Scarance afirma que uma pesquisa de 2015 indica que 43% das mulheres no Brasil já sofreu ou sofrerá alguma violência ao longo da vida: física, sexual, psicológica, moral. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), de 2014, revela que no Brasil morre uma mulher a cada 90 minutos, só por violência.

Acesse a íntegra no Portal Compromisso e Atitude: ‘Violência contra a mulher tem núcleo comum no mundo: o silêncio’, afirma a Promotora de Justiça Valéria Scarance (Estado de S. Paulo, 05/11/2015)

Compartilhar: