Violência contra mulher cresce 64% em SP em 3 anos; casos de feminicídio chegam a ser 16 vezes maiores em um bairro em relação a outro, diz Mapa

Compartilhar:
image_pdfPDF

Pesquisa da Rede Nossa SP foi divulgada nesta quinta-feira (29) e revelou que mais de 83 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica em 2019.

(G1 SP | 29/10/2020 |Por Bárbara Muniz Vieira)

Mais de 83 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica na cidade de São Paulo em 2019, um aumento de 64% se comparado às ocorrências de 2016, de acordo com a pesquisa “Mapa da Desigualdade”, divulgada pela Rede Nossa SP nesta quinta-feira (29).

A menor taxa de violência contra a mulher foi registrada no distrito de Marsilac, 114,4 por 10 mil habitantes, seguido por Vila Andrade (119,3) e Alto de Pinheiros (131,8). O distrito com a maior taxa de registros é o da Sé (865,4), seguido por Barra Funda (835,9), Brás (535,4) e Pari (495,2).

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: