Advogadas, psicólogas e assistentes sociais viram ‘Justiceiras’ para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica

Compartilhar:
image_pdfPDF

Dados do ISP mostram que 128 mil mulheres foram vítimas de agressão em 2019 no RJ. Programa recebe denúncias e faz acolhimento pelo WhatsApp.

(G1 | 25/08/2020 | Por Ben-Hur Correia e Winne Fernandes)

Um grupo de três mil advogadas, psicólogas, médicas e assistentes sociais criou em março o Projeto Justiceiras, de apoio voluntário a mulheres vítimas de violência doméstica. Desde então, já foram quase 400 acolhimentos.
Pelo WhatsApp (11) 996391212 ou pelo site https://justiceiras.org.br/, mulheres podem pedir ajuda.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: