Com apoio da ONU Mulheres, Isa Bot ganha novos conteúdos para enfrentamento da violência doméstica na pandemia Covid-19

Compartilhar:
image_pdfPDF

ONGs Think Olga e Nossas.Org se unem ao Facebook, Google e ONU Mulheres para disponibilizar orientações sobre o que fazer, onde e como buscar ajuda em casos de violência doméstica, situação que se agravou com o distanciamento social

(ONU Mulheres, 28/04/2020 – acesse no site de origem)

A organização Think Olga e o Mapa do Acolhimento, projeto do Nossas.Org, anunciam nesta terça-feira (28/4) uma atualização da ISA.bot, bot para Messenger e Google Assistente lançado no fim de 2019 com recursos para segurança online das mulheres. A bot – que conta com apoio do Facebook, Google e da ONU Mulheres – agora trará também informações e ferramentas  para mulheres em situação de violência doméstica.

De acordo com a ONU Mulheres, em diversos países, os índices de violência doméstica contra mulheres vêm crescendo durante a quarentena pelo novo coronavírus (Covid-19). No Brasil, pesquisa recente, divulgada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, traz indícios desse aumento.

Pensando nisso, a ISA.bot apresentará dicas e orientações para mulheres que estejam vivendo essa situação ou para pessoas que possam estar em condições de ajudar. São informações e dicas para manter-se segura, como, por exemplo, informar alguém de confiança sobre o que está acontecendo, ou pedir que ligue diariamente para saber como está.

Há ainda recursos sobre o que fazer em situações urgentes, como a linha telefônica policial, 190, e a linha de apoio específica para violência doméstica, 180. Caso não possam usar o telefone, as mulheres também encontrarão informações sobre ferramentas  online, como o aplicativo PenhaS ou a plataforma  do Mapa do Acolhimento, uma rede de solidariedade que conecta mulheres que sofreram violência de gênero a psicólogas e advogadas voluntárias de todo o Brasil.

Por meio de uma experiência interativa, a bot apresenta conteúdos voltados para diferentes públicos e situações. As usuárias podem navegar por três fluxos principais: Violência Doméstica, Violência Online e Saber Mais. Ao acessar as duas primeiras a bot oferecerá ferramentas para mulheres que estejam sofrendo ou tenham sofrido violência. Para quem escolher “Saber mais“, a bot indicará conteúdos para quem deseja ajudar, além de dicas para ajudar as mulheres a manterem-se seguras.

Para ativar a ISA.bot, basta chamá-la no Messenger da Página IsaBot no Facebook, e ativando, por escrito ou verbalmente, por ” OK Google, falar com Robô Isa” no Google Assistente. Ao somar o recurso do chat (pelo Messenger) ao recurso de voz, o objetivo é ampliar o alcance e a atuação da bot, considerando que nem todas são fluentes na linguagem escrita ou digital.

Lançada originalmente no final de 2019, a ISA.bot rapidamente se transformou em uma forte aliada das mulheres vítimas de violência, sendo acessada por mais de 69 mil mulheres até o momento. 

Mais informações:
Facebook:
Everton Arashiro – (11) 98303-9049
[email protected]

Google:
Tatiana Gianini – (11) 97589-9661
[email protected]

ONU Mulheres:
Isabel Clavelin – (61) 98175 6315
[email protected]

Compartilhar: