‘Acompanhei gestantes de 10 anos em estado grave na UTI’: médica detalha os riscos de uma criança grávida

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Uol | 18/08/2020 | P or Vinícius Lemos)

“Elas chegam ao hospital perplexas e aterrorizadas com todos os eventos traumáticos que vivenciaram.” Assim, a ginecologista e obstetra Melania Amorim resume as situações de garotas, de 10 a 13 anos, que engravidam após serem estupradas. A médica, com mais de 30 anos de profissão, conta ter presenciado casos que a deixaram entristecida. Entre eles, o de uma jovem de 13 anos com paralisia cerebral, que engravidou após ser abusada sexualmente.

Acesse o artigo completo no                                                                             site de origem.  

Compartilhar: