Câmara tem 83% mais projetos sobre aborto em 2020; maioria tenta restringir

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Uol| 14/09/2020 | Por Wanderley Preite Sobrinho)

A dificuldade enfrentada por uma menina de 10 anos para realizar um aborto em um hospital no Espírito Santo após ser vítima de estupro repercutiu na Câmara dos Deputados. Até o mês de setembro deste ano, a Casa recebeu 22 projetos de lei que tratam sobre aborto, um aumento de 83% em relação às 12 proposições feitas no mesmo período de 2019 (foram 14 em todo o ano passado).Os 22 textos em 2020, oito foram protocolados depois que a história da garota virou notícia, em 16 de agosto. Na ocasião, a Justiça precisou autorizar o procedimento cirúrgico porque o Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes negou à criança o direito de interromper a gravidez.

Compartilhar: