Caso Mariana Ferrer: autora de reportagem sobre “estupro culposo” é vítima de ataques nas redes

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Congresso em Foco | 08/11/2020)

A jornalista que revelou as humilhações a que foi submetida a influenciadora digital Mariana Ferrer, durante julgamento de processo que movia por estupro contra um empresário em Santa Catarina, virou alvo de ataques nas redes sociais. A repórter catarinense Schirlei Alves, de 34 anos, convive desde quinta-feira (5) com ofensas pessoais e comentários machistas que tentam desqualificar seu trabalho e sua condição de mulher.

Em reportagem publicada na última terça-feira (3) pelo site The Intercept, Schirlei apresentou imagens inéditas da audiência virtual em que a defesa do réu, o empresário André Aranha, recorre a fotos sensuais de Mariana – algumas chamadas por ele de “ginecológicas” – para questionar a acusação de estupro contra o seu cliente.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: