Denúncias de importunação sexual contra médicos aumentam em média 48% no DF

Marcha das Vadias Brasília_DF Foto Mídia Ninja

Foto: Mídia Ninja

10 de agosto, 2022 Por Metrópoles

A polícia contabilizou, até julho deste ano, seis ocorrências de importunação sexual e mais duas de assédio registradas contra médicos no DF

(Ana Karolline Rodrigues/Metrópolis) A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) contabilizou, nos primeiros sete meses deste ano, seis ocorrências de importunação sexual e mais duas de assédio sexual registradas contra médicos. Nos 12 meses de 2021 foram sete denúncias de importunação e nenhum de assédio.

Dessa forma, em 2022, a polícia recebeu, em média, 0,86 denúncias de importunação sexual contra médicos por mês. Já a média mensal de 2021 foi de 0,58 registros. Isso representa um aumento de 48%, em média, nos registros.

Em 2020, os números foram menores: quatro ocorrências de importunação e duas de assédio. Os dados foram obtidos via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Acesse a matéria no site de origem.

 

Nossas Pesquisas de Opinião

Nossas Pesquisas de opinião

Ver todas
Veja mais pesquisas