MP quer apuração de ação de Damares no caso da menina de 10 anos vítima de estupro

Compartilhar:
image_pdfPDF

Subprocurador-geral pede que TCU investigue se ministra tem comandado a pasta a partir de suas convicções religiosas e ferido caráter laico do Estado

(O Globo | 21/09/2020 | Por Paula Ferreira e Contança Tatsch)

O Ministério Público entrou com uma representação junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), nesta segunda-feira (21), para apurar se a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ofendeu a Constituição no caso da menina de 10 anos vítima de estupro. No documento, o subprocurador-geral, Lucas Furtado, pede que os ministros do TCU investiguem se Damares tem comandado a pasta a partir de suas convicções religiosas e ferido a laicidade do Estado. Damares é contra o aborto.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: