Percepções da população brasileira sobre o estupro de meninas e mulheres

Compartilhar:
image_pdfPDF

Para a médica de família e comunidade Denize Ornelas, “infelizmente a violência sexual faz parte da realidade das mulheres brasileiras. A ameaça da violência sexual não está só fora de casa, nas festas, baladas, noites escuras. Muitas vezes essa ameaça está dentro da própria família, como no caso das crianças”.

Rita Lima, defensora pública do Distrito Federal,  reitera: “o estupro é uma grave violação dos direitos das mulheres (…) e a interrupção da gestação em caso de estupro é um direito previsto em lei desde 1940”.

As duas especialistas participam do vídeo que integra a pesquisa “Percepções sobre estupro e aborto previsto por lei” (Instituto Patrícia Galvão/Locomotiva, 2020) e que traz a percepção da população sobre estupro, aborto legal e seguro nos hospitais públicos e apoio às meninas e mulheres vítimas.

Saiba mais sobre a pesquisa neste link.

Veja também: Rita Lima e Daniela Pedroso são convidadas do webinário Percepções da população brasileira sobre o estupro de meninas e mulheres.

 

Compartilhar: