Com apoio da ONU Mulheres, Instituto Locomotiva e El País promovem debate com candidatas à Vice-Presidência da República – São Paulo/SP, 28/09/2018

839
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, apresentará a iniciativa #Brasil5050 pela igualdade de gênero nas eleições

(ONU Mulheres, 27/09/2018 – acesse no site de origem)

“Mulheres na Política” é tema do debate com candidatas à Vice-Presidência do Brasil, que acontecerá nesta sexta-feira (28/9), em São Paulo, num dos grandes momentos das eleições 2018. O encontro é promovido pelo Instituto Locomotiva e o jornal ‘El País’ e tem o apoio da ONU Mulheres Brasil e do IBMEC, das 9h30 às 12h30, no auditório do IBMEC em São Paulo (Alameda Santos, 2356 – Cerqueira César).

Estão confirmadas as presenças das candidatas Ana Amélia (vice de Geraldo Alckmin/PSDB), Kátia Abreu (que integra a chapa de Ciro Gomes/PDT), Manuela D’Ávila (vice de Fernando Haddad/PT) e Sônia Guajajara (que se apresenta como candidata a copresidenta junto com Guilherme Boulos/PSOL).

O debate terá a presença da representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman, que apresentará a iniciativa Brasil 50-50 – Todas e todos pela Igualdade de Gênerobrasil5050.org.br Gasman dialogará com as candidatas e o público sobre os direitos humanos das mulheres, especialmente sobre o empoderamento político das mulheres, uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, adotados pelos Estados-Membros da ONU.

Serão apresentados dados de uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto Locomotiva sobre o que pensam e demandam as mais de 77 milhões de eleitoras brasileiras. Na sequência, haverá um debate entre as candidatas à Vice-Presidência da República, que responderão a perguntas das jornalistas Ana Paula Padrão, Carla Jimenez, Mônica Bergamasco e Sonia Racy.

Compromisso com as mulheres – A plataforma Brasil 50-50 consiste numa série de compromissos que vêm sendo assumidos por candidaturas de mulheres e homens em todo o país para incentivar a participação das mulheres na política e a adoção de políticas para eliminar as desigualdades de gênero, raça e etnia. Por meio da plataforma, as candidaturas se comprometem em apoiar e promover, durante a campanha e em caso de eleição, uma série de ações para o empoderamento e os direitos das mulheres, e a construção da igualdade de gênero em apoio à implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Informações para a Imprensa:

Assessoria de Comunicação da ONU Mulheres Brasil
Luciana Araujo – consultora da ONU Mulheres (11) 97619-9076 | [email protected]

Isabel Clavelin – [email protected]
61 3038 9140 | 98175 6315
onumulheres.org.br

Compartilhar: