Chamado para criação de cartazes: feminismo anti-imperialista para mudar o mundo

Compartilhar:
image_pdfPDF

(Capire| 13/03/2021 | Por Redação – Capire e AIP)

As mulheres de todo o mundo podem criar e inscrever seus cartazes até o dia 15 de abril. Os materiais selecionados integrarão uma galeria virtual feminista, a ser lançada no dia 1º de maio.

Companheiras feministas, anti-imperialistas, anticapitalistas, antirracistas! Por todo o mundo, as mulheres estão na linha de frente das resistências contra o imperialismo. As mulheres lutam diariamente contra as guerras, violências, bloqueios, invasões, ocupações. De Cuba à Palestina, da República Democrática do Congo à Índia, da Venezuela ao Saara Ocidental, as mulheres defendem a terra, o trabalho digno, a vida, as comunidades, os bens comuns, a liberdade e a soberania popular.

A história das mulheres da classe trabalhadora é de luta, organização e resistência. E essa história, que continuamos escrevendo hoje, é também uma história do feminismo. Nosso feminismo se baseia na auto-organização das mulheres para transformar todas as estruturas de exploração e dominação até que todas sejamos livres. O feminismo popular luta por uma vida sem violência patriarcal e racista, por autonomia sobre os corpos e a sexualidade, por autonomia econômica com direitos, por soberania alimentar. Enfrenta o neoliberalismo, o poder corporativo e a mercantilização da vida e da natureza, defendendo os serviços públicos, os bens comuns e a justiça ambiental. As feministas anti-imperialistas constroem no dia a dia a solidariedade internacionalista.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: