Com ajuste fiscal, Secretarias de Políticas para Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade Racial perdem parcela do orçamento

1647
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM) acaba de informar a Agência Patrícia Galvão que o corte orçamentário da sua pasta é de 22,8% – e não o valor divulgado pela imprensa. Os dados referentes ao corte orçamentário da SPM, Seppir e Secretaria de Direitos Humanos estão sendo checados e serão publicados o mais breve possível. (25/05/2015, 19h30)

Tabela publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, com base em dados do Ministério do Planejamento sobre o contingenciamento anunciado na última sexta-feira pelo ministro Nelson Barbosa, mostra que a Secretaria de Políticas para as Mulheres terá um corte de 43,8% do orçamento inicial deste ano, de R$ 249 milhões para R$ 140 milhões após o contingenciamento. A Secretaria de Direitos Humanos deveria receber R$ 348 milhões, mas após o corte o total ficará em R$ 155 milhões (55,5% menos). Já a Seppir tinha previsão de receber R$ 68 milhões e vai dispor de apenas R$ 30 milhões, o maior corte, de R$ 55,9%.

Veja abaixo da tabela de O Estado de S.Paulo:

tabelaOESP-cortes_25052015

 

Acesse no site de origem: Ministérios preferidos pelos políticos são os mais atingidos (O Estado de S.Paulo, 22/05/2015)

Compartilhar: