Mulheres têm mais ansiedade na quarentena com filhos e trabalho, diz estudo

178
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 13/06/2020)

Mulheres e jovens apresentam níveis mais altos de estresse e de ansiedade na crise do novo coronavírus, segundo resultados preliminares de um estudo feito pela Universidade de Nottingham e pelo King´s College, ambos do Reino Unido.

“O fato de as mulheres terem níveis mais altos de estresse pode ter relação com os ‘malabarismos’ para conciliar a educação dos filhos com o trabalho, além de ter outras pressões, demandas e preocupações”, afirmou a professora de psicologia da saúde da Universidade de Nottingham, Kavita Vedhara, que está à frente da pesquisa, ao “HuffPost UK”. “Elas também são mais propensas a serem demitidas.”

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: