Psicanalista compara lar a microempresa e defende remuneração para mulher

152
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Universa | 08/09/2020 | Por Nathalia Geraldo)

Apesar de parecerem “fatos”, a pressão e a opressão a que mulheres são submetidas no dia a dia têm uma origem social definida, em que as desigualdades de gênero beneficiam umas e dificultam — e muito — a vida de outras. Como (e por que temos que) lidar com questões femininas como a culpa de mãe, agravada na quarentena, as interrupções no ambiente de trabalho e o cansaço provocado pela tentativa de corresponder à exigência de ter que dar conta de tudo?
A carga mental pesa. E é sobre esse tema e outros desafios femininos, como sobrecarga na pandemia, maternidade e sexualidade, que a psicanalista Maria Homem fala em curso oferecido a partir desta terça-feira, virtualmente, pela Casa do Saber.
Compartilhar: