08/11/2013 – Senado dos EUA aprova lei contra discriminação homofóbica no trabalho

327
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Folha de S.Paulo) O Senado dos Estados Unidos aprovou ontem um projeto de lei para proteger gays, lésbicas e transexuais da discriminação no mercado de trabalho.

O projeto, porém, enfrenta grande resistência na Câmara, onde o Partido Republicano, de oposição ao presidente Barack Obama, tem maioria.

Leia também: Tribunal Europeu de Direitos Humanos condena Grécia por excluir casais homossexuais da união civil (EFE)
– Homossexuais perseguidos poderão pedir asilo na UE (O Globo)
– Lei que permite casamento entre homossexuais entra em vigor na Austrália (Agência Brasil)
– Há vagas para transexuais e travestis, editorial de ‘O Estado de S.Paulo’

 

No Senado, além da maioria democrata, dez republicanos votaram a favor da medida. No total, o texto recebeu 64 votos favoráveis e 32 contrários.

“O trabalho não é lugar para discriminação”, disse a republicana Susan Collins.

A lei federal americana proíbe a discriminação por sexo, raça e origem das pessoas. Mas não impede que um empregador demita ou se recuse a contratar alguém por ser gay, lésbica, bissexual ou transgênero.

Acesse o PDF: Senado aprova lei contra discriminação de gays no trabalho (Folha de S.Paulo – 08/11/2013)   

 

 

 

Compartilhar: