Ministra Iriny Lopes reafirma disposição de diálogo com a mídia

382
0
Compartilhar:
image_pdfPDF

(Agência Patrícia Galvão) Iriny Lopes é a ministra do governo Dilma que mais vem enfrentando críticas na mídia nas últimas semanas por conta de suas iniciativas à frente da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), ao se posicionar diante de casos recentes de sexismo na mídia – campanha “Hope ensina”, violência doméstica na novela “Fina Estampa” e assédio sexual no quadro “Metrô Zorra Brasil”, ambos da Rede Globo.

Mas, mesmo diante das reações negativas e das duras críticas a essas iniciativas, que incluíram até ofensas pessoais, a ministra Iriny Lopes manteve a disposição de debater ideias, propostas e posicionamentos nas entrevistas a vários veículos de imprensa. Em todas respondeu aos mesmos questionamentos: houve censura? tentativa de interferência? falta de humor?

Uma mudança de perspectiva dos jornais?

Após as primeiras reações negativas à ministra e à SPM, nos últimos dias a imprensa tem aberto espaço para uma nova abordagem da polêmica, desta vez a partir de uma perspectiva de fato jornalística.

Será que o comportamento vexatório de alguns colunistas e repórteres teria provocado reflexão nas redações? As referências desrespeitosas à ministra Iriny Lopes e as ofensas pessoais expuseram as vísceras do sexismo ainda reinante nas redações?
Na cobertura da polêmica sobre a publicidade da Hope entraram também em discussão os limites éticos do jornalismo.

Veja alguns destaques das entrevistas da ministra à TV Estadão, ao jornal O Estado de S. Paulo, à revista IstoÉ e ao portal iG:
07/10/2011 – ‘Acredito no diálogo’, diz a ministra Iriny Lopes
07/10/2011 – Propaganda da Hope mostra sexismo atrasado, diz Iriny Lopes
A ministra que comprou briga com a propaganda (O Estado de S. Paulo – 09/10/2011)
“No caso Gisele, a censurada fui eu”, diz ministra Iriny Lopes (iG – 11/10/2011)

Saiba mais:
11/10/2011 – Críticos da ministra Iriny Lopes agem ‘inspirados no conservadorismo fascistizante do Tea Party’, diz PT
07/10/2011 – Globo responde à ministra sobre sugestões para cenas de violência na novela
09/10/2011 – Quem tem saudades do ‘Homem de Marlboro’?, por Marcos Coimbra
06/10/2011 – Em defesa da ministra e da SPM, por Diogo Costa
06/10/2011 – Violência contra mulher em novela preocupa ministra Iriny Lopes
05/10/2011 – Bündchen também discrimina os homens, por Fausto Rodrigues de Lima
01/10/2011 – Mais sobre a polêmica ‘Hope ensina’

Jornalistas sobem o tom e descem o nível do debate
Sugestão de pauta: Repercussão da polêmica sobre a campanha “Hope ensina”

Compartilhar: