Biden sinaliza fim de aliança antiaborto com Brasil, por Jamil Chade

Compartilhar:
image_pdfPDF

(UOL | 21/01/2020 | Por Jamil Chade)

O governo de Joe Biden anuncia na Organização Mundial da Saúde (OMS) que está abandonando a postura da administração de Donald Trump de vetar termos como saúde reprodutiva e direitos sexuais em programas e resoluções internacionais.

Anthony Fauci, falando em nome do novo governo americano, deixou claro que a Casa Branca passará a defender que tais temas voltem para a agenda global e que a administração Biden irá promover esses aspectos ao defender maior acesso à saúde para mulheres e meninas.

Seu discurso feito nesta quinta-feira na OMS foi interpretado por diplomatas estrangeiros como uma profunda ruptura em relação ao projeto de Trump que, nas últimas semanas de seu governo, reuniu governos ultraconservadores para lançar uma ofensiva contra entidades que estabelecessem os temas em suas agendas.

Acesse a matéria completa no site de origem.

Compartilhar: